Seria mais fácil fazer como todo mundo faz.

15/02/2009

Por Lucas

Como seria se fosse fácil?

Se você conseguisse fazer tudo que pensasse? Será que ainda haveria prazer no que se pensava em fazer? Se você tivesse atingido todos os seus objetivos?

Como em um conto de fadas, “eu desejo…” e, pronto, estivesse ali na sua frente. Ah, uma viagem em um cruzeiro, ir à Disney, chegar à Inglaterra e ver o Big Bang, uma mansão, conseguir manter tudo com facilidade, sem precisar trabalhar muito. Depois, uma casinha perto do mar, alguém perfeito pra se viver do lado, e pronto. Tudo acabado. Você alcansou tudo que queria.

Aquele sentimento de derrota, depois de uma prova frustrada, depois de não obter a vitória no vestibular, parece ser mais útil que o doce sabor da vitória, que passa rápido e fica no tempo.

As derrotas valem mais, para a transformação do homem. As vitórias são fruto de muita derrota. Quando se vence, fica aquele vazio, um sentimento de ” e agora?”. Quando se perde, fica a vontade de vencer, aquela que os gênios tiveram depois de muita falha.

E se Timothy John Berners-Lee ( criador da web ) tivesse desistido?

E se o maior criador de todos tivesse desistido?

Eu vivo, ele não desistiu.


Sobre…

21/01/2009

Por Lucas

O que irá agradar?

Que eu escreva sobre a morte?

Ou sobre a vida?

Sobre política?

Ou sobre futebol?

Sobre doenças epidêmicas?

Ou sobre a medicina?

Sobre grandes desabamentos?

Ou sobre as melhores praias?

Sobre guerra de tomates?

Ou sobre a fome na África?

Sobre a paz que Deus nos pediu?

Ou sobre as guerras santas?

Sobre o amor?

Ou sobre o ódio?

Sobre as mais belas cidades?

Ou sobre as favelas?

Sobre o mais complexo?

Ou sobre o mais simples?

Sobre a ciência?

Ou sobre a religião?

Ou talvez uma folha em branco seria a resposta para todas essas perguntas. Um tempo para que possa refletir. O silêncio… Silêncio.